Identificados 21 corpos de vítimas do voo 447 em Pernambuco

Um mês após o acidente da Air France, 35 dos 51 corpos resgatados do Oceano Atlântico foram identificados

Solange Spigliatti, da Central de Notícias,

01 Julho 2009 | 10h55

Mais 21 corpos das vítimas do acidente do voo 447 da Air France, ocorrido há um mês no Oceano Atlântico, foram identificados nesta terça-feira, 30, segundo confirmou nesta quarta-feira, 1º, a Força Tarefa composta pela Polícia Federal e pela Secretaria de Defesa Social em Pernambuco. Entre os identificados estão quatro brasileiros e 17 estrangeiros.

 

Veja também

lista Todas as notícias sobre o Voo 447

especialEspecial: Os desaparecidos do voo 447

especial Especial: Passo a passo do voo 447

mais imagens Galeria de fotos: buscas do Voo 447

mais imagens Galeria de fotos: buscas da FAB pelo Voo 447

mais imagens Galeria de fotos: homenagem às vítimas

especialCronologia das tragédias da aviação brasileira

especialCronologia dos piores acidentes aéreos do mundo 

 

Dos brasileiros, são dois homens e duas mulheres e entre os estrangeiros, seis são do sexo masculino e 11 do feminino, de acordo com os peritos da Polícia Federal e o IML de Pernambuco.

 

As 21 identificações foram feitas a partir da análise de impressões digitais, da arcada dentária e também por meio de exames de DNA, segundo a Polícia Federal. Foram cinco vítimas identificadas apenas por exames odontológicos, oito identificadas por meio da análise do DNA, duas pela arcada dentária e impressões digitais e seis pela arcada dentária e DNA.

 

As famílias das vítimas brasileiras e as embaixadas dos respectivos estrangeiros foram avisadas previamente, antes da divulgação à imprensa. Por solicitação dos familiares a identificação das vítimas não será divulgada.

 

Até o momento, a Força Tarefa identificou 35 vitimas dos 51 corpos encontrados. A Polícia Federal e a SDS vão continuar os trabalhos até o fim das identificações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.