Idosa de 92 anos reage a assalto e afugenta ladrão de 20 no RS

Leda Gonçalves da Rosa estava em casa quando Pablo Pereira Soares entrou pela cozinha e anunciou o assalto. Ele tentou feri-la com uma faca e ela chutou o rosto do bandido com seu tamanco

Chico Guevara , Especial para o Estado

10 de julho de 2014 | 17h28

PORTO ALEGRE - Uma idosa de 92 anos reagiu a uma tentativa de assalto e botou para correr o assaltante que invadiu sua casa, na cidade de Rio Grande (309 km de Porto Alegre), no litoral sul gaúcho. O episódio aconteceu nessa quarta-feira, quando Leda Gonçalves da Rosa surpreendeu um jovem de 20 anos em sua casa e entrou em luta corporal com ele. A mulher foi ferida de raspão na cabeça com uma faca. O homem levou tamancadas no rosto e acabou preso. 

Pablo Pereira Soares, que já possuía passagens pela polícia por pequenos delitos, invadiu a humilde casa de Leda, localizada no bairro Cidade Nova, pela porta da cozinha. Assustada, a idosa reagiu. No quarto, os dois caíram em luta: enquanto ele tentava feri-la com uma faca, ela o chutava e o atingia com um tamanco no rosto. "Ele se virava e eu dava do outro lado, na cara dele. O tamanco é a minha defesa", disse Leda. 

A aposentada ficou levemente ferida no supercílio direito. Soares fugiu correndo, levando consigo uma lanterna e contas já pagas que ele agarrou achando ser dinheiro. Ao sair da casa da idosa, o assaltante se refugiou em uma funilaria, mas foi cercado e preso em flagrante pela Brigada Militar.  

A mulher foi levada ao hospital, onde foi medicada e liberada. O jovem acabou sendo conduzido à Penitenciária Estadual do Rio Grande. A polícia alerta para que, em caso de assalto, a vítima não reaja.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.