Idoso é morto ao defender a neta das agressões do ex-marido

Redelvim da Silva foi morto em sua casa, na Vila Zulmira Maria, zona norte de São Paulo, ao enfrentar Glauco Ferreira Batista, de 27 anos, ex-marido de sua neta. Batista invadiu sua casa no domingo à noite para levar Luciene Regina Pereira. O idoso, ao tentar defender a neta, foi baleado e morreu ao ser socorrido no Pronto Socorro de Vila Penteado.Na rua, ainda empunhando o revólver e arrastando a mulher com quem viveu dois anos, Glauco ameaçou Claiton da Silva Inocêncio, de quem roubou o carro. Mais tarde esse carro foi encontrado, em Pirituba, na zona oeste, na alça de acesso da Via Anhangüera. No interior estava o casal baleado. Glauco disparou contra Luciene e depois tentou se matar atirando no próprio peito. Ambos foram socorridos no Hospital das Clínicas, onde ficaram internados.O inquérito sobre o homicídio foi instaurado no 45º DP, da Vila Brasilândia, e o inquérito sobre o roubo e o encontro do veículo, além da tentativa de homicídio, foi instaurado no 33º DP da Vila Mangalot. A polícia tem informações de que Glauco foi levado à casa do avô da ex-mulher pelo próprio pai, que poderá ser indiciado pela co-autoria no homicídio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.