Idoso é preso suspeito de vender explosivos e munições em Pernambuco

Polícia apreendeu cartuchos, pólvora e outros materiais com homem de 80 anos

Solange Spigliatti, estadão.com.br

21 Setembro 2011 | 12h14

 SÃO PAULO - Um homem de 80 anos foi preso em flagrante, na terça-feira, após denúncias de que estaria armazenando e vendendo explosivos e munições no município de João Alfredo, em Pernambuco. O armazém onde era estocado o material foi fechado.

Foram apreendidos aproximadamente 500 cartuchos carregados para espingardas de diversos calibres, cerca de mil estojos de cartuchos descarregados de vários calibres, 730 tubos de pólvora (cada um com cem gramas, totalizando 73 kg), 400 sacos de pólvora branca (cada um com cem gramas, totalizando 40 kg), 300 caixas de espoletas para espingardas de calibre diversos, 15 cabos de estopim de detonação, 50 kg de pó de alumínio, cerca de 100 kg de enxofre e 85 kg de salitre.

O material estava no Armazém de Construção Comercial Ana Raimunda de Moura, localizada no Centro Comercial de João Alfredo. No local, foi preso e autuado em flagrante o comerciante Pedro Gomes de Moura, de 80 anos, que foi encaminhado à Cadeia Pública de João Alfredo. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.