Idosos pedem a Marta para melhorar de vida

Garantias de direitos e ações públicasque promovam a autonomia, a integração e a participação social. Essas são as principais reivindicações apresentadas nesta segunda-feira àprefeita Marta Suplicy (PT) pelas 600 pessoas que lotaram o Palácio das Convenções do Anhembi, no encerramento da 1ª Conferência Municipal do Idoso.O documento, que começou a ser elaborado em setembro por pessoas ligadas a diversas secretarias e entidades privadas, servirá de base para criar uma política municipal sobre o tema."Vou ler tudo direitinho e assinalar os itens prioritários. A idéia é começar pelas ações que causem maior impacto e tenham mais condições de serem realizadas", disse a prefeita.Marta afirmou que a população da cidade é formada por cerca de 1,3 milhão de idosos e que a Prefeitura já vem adotandomedidas para melhorar o atendimento a esse público.Ela citou como exemplo a ampliação das atividades culturais e recreativas para a terceira idade nos centros municipais e o aumento da verba destinada à saúde, de 15% para 17%, conformeprojeto enviado à Câmara."As pessoas mais velhas necessitam de mais cuidados médicos e, por isso, serão beneficiadas. As mulheres, principalmente, porque só costumam receber atenção médica na idade reprodutiva", disse a prefeita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.