Igreja de Santo Antônio do Pari tem primeira missa após incêndio

Quarenta dias depois do incêndio que destruiu grande parte da Igreja de Santo Antônio do Pari, na zona leste da capital, a comunidade assistiu esperançosa às duas missas realizadas neste domingo no local. Cerca de 250 pessoas compareceram à celebração, que começou às 10 horas e aconteceu em um altar improvisado. Na tarde de sábado, a igreja recebeu um mutirão de cem fiéis e contou com a ajuda de uma empresa privada para remover o entulho proveniente do incidente. Tudo foi lavado e os bancos foram recolocados para a realização das missas.A Igreja de Santo Antônio do Pari, inaugurada há 92 anos, pegou fogo após as comemorações em louvor ao santo, no último dia 13 de junho. O incêndio destruiu a torre do sino e a lateral direita da igreja. Várias relíquias religiosas foram perdidas no incidente. Apenas a imagem de Santo Antônio, que fica no altar, permaneceu intacta. A reforma da estrutura da igreja vai custar R$ 480 mil. Para fazer a obra completa, a comissão de reconstrução estima que serão necessários R$ 1 milhão. "Até hoje temos R$ 62 mil em caixa, mas esperamos conseguir essa quantia e fazer a reinauguração no próximo dia de Santo Antônio", explica Gerson Pedro da Silveira, um dos voluntários. Quem quiser colaborar com a reconstrução da Igreja de Santo Antonio do Pari pode depositar qualquer quantia na conta corrente 003-1306-5, agência 1166, da Caixa Econômica Federal. A paróquia também aceita ajuda de mão-de-obra e doações de material de construção ou de qualquer tipo de brinde que possa ser vendido em bazares beneficentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.