Iguatemi: Tudo em cima

Quarentão: ele foi por muito tempo o shopping mais luxuoso da cidade. Conservado: a novidade é a chegada da grife francesa Christian Louboutin O Iguatemi é um clássico da cidade. Inaugurado há 43 anos, ele manteve seu status de shopping mais luxuoso de São Paulo até o ano passado, quando cedeu o posto ao Cidade Jardim. Ainda assim, o lugar continua sendo um importante centro de compras de alto padrão. Prova disso foi a chegada, neste mês, da grife francesa de sapatos Christian Louboutin (a primeira loja da marca na América Latina). É um shopping onde ostentação é valorizada: joias de marcas com Swarovski, H.Stern, Amsterdam Sauer e Monte Cristo estão expostas em vitrines para o deleite do público. O maior objeto de fetiche, porém, é a joalheria Tiffany, cuja fachada fica na entrada do shopping, na Avenida Brigadeiro Faria Lima. Bulgari, Emporio Armani, Dolce & Gabbana e Louis Vuitton são algumas das outras opções internacionais do lugar. Para você não se cansar durante as compras, deixe as sacolas em um espaço reservado (e grátis).Se tiver fome, aproveite os restaurantes exclusivos Gero e Almanara. Fundação: 28/11/1966 Área: 129.747m2Lojas: 330Salas de cinema: 6Vagas: 1.970Estacionamento: R$ 6 (2 horas)3 Av. Brig. Faria Lima, 2.232, Jd. Paulistano, 3816-6116. 10h/22h (dom. e fer., 11h/22h). www.iguatemisaopaulo.com.brPoucas criançasA decoração do Iguatemi tem tom dourado e muitas das moças que desfilam por ali parecem saídas de suas vitrines. Crianças e adolescentes não estão entre o público fiel do shopping. Para elas, só há as seis salas de cinema (que estão entre as melhores da cidade) e o espaço de brincadeiras Piks, para os menores. Para quem não está acostumado a caminhar pelo shopping, andar por suas alamedas sem se perder não é tão fácil, pois faltam placas de sinalização. Para se orientar, basta, porém, recorrer a um dos informados seguranças do local. Aproveite a praça que fica na entrada para relaxar por alguns minutos. Sente-se, leia uma revista e tente descobrir que horas são no relógio d?água. Personal para comprasO lugar tem um serviço de personal shopper. Os clientes ?One? do Iguatemi, cadastrados pelos concierges do shopping, participam de um programa de fidelidade em que cada R$ 1 em compras equivale a um ponto. Acumulando 23 mil pontos, o cliente volta ao balcão dos concierges e troca a pontuação por serviços. Você pode escolher, por exemplo, uma ajudinha para comprar um presente ou alguém que possa orientá-lo na hora de renovar o seu guarda-roupa.Não é baratoO shopping é um bom lugar para comprar produtos de alto padrão: na Bang & Olufsen, aparelhos de áudio e vídeo de tecnologia de ponta chegam a custar R$ 75 mil.O tema é a modaNo Iguatemi, a moda não está somente dentro das lojas. Anualmente, desfiles e exposições sobre o tema também ocupam o lugar. Uma das passarelas externas da São Paulo Fashion Week fica ali. No Espaço Iguatemi, as grifes que estão instaladas no shopping fazem lançamentos, workshops e palestras. Nos dias em que não há eventos, aproveite as vitrines. A Corello expõe seus calçados em blocos metálicos, em disposições variadas. Tanto na vitrine, como no interior da loja, a Farm tem cabides e móveis de decoração no estilo ?mulherzinha?. Uma graça. Daqui e de foraRevezamentoEm meio a tantas grifes caras, há, em uma das rampas do Iguatemi, um lugar onde uma peça pode sair por menos de R$ 25. É o Balcão da Cidadania, um espaço onde ONGs se revezam para mostrar (e vender) suas produções. Nova-iorquinaMarca que tem entre seus clientes muitos astros de Hollywood, a Kiehls, de Nova York, chegou ao Brasil em no- vembro de 2008 e instalou-se no Iguatemi. Além dos cosméticos sofisticados, outra marca registrada da grife é a decoração das lojas - que têm sempre uma caveira e uma Harley Davidson, para agradar os marmanjos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.