Ilha das Canárias dá R$ 140 mil para monumento na Baixada

Uma comitiva do governo das Ilhas Canárias, na Espanha, chega hoje à Itanhaém, no Litoral Sul, para a assinatura de um protocolo de intenções para a construção de uma passarela na área conhecida como Cama de Anchieta. O local é um dos pontos turísticos mais procurados da cidade, mas a formação rochosa dificulta o acesso dos turistas. Se a liberação ocorrer dentro do prazo previsto, a obra deverá ficar pronta em abril. De acordo com a lenda, a Cama de Anchieta teria sido usada pelo jesuíta como local de descanso e orações durante suasviagens entre Ubatuba e Peruíbe, no ano de 1533. O convênio com o governo das Ilhas Canárias, terra natal do padre José deAnchieta, prevê a liberação de R$ 140 mil para as obras da passarela que irá ligar a Gruta Nossa Senhora de Lourdes à Cama de Anchieta, na Praia dos Sonhos. O percurso de 115 metros terá iluminação e sinalização, além de informações históricas sobre o jesuíta. A assistente daDiretoria de Turismo de Itanhaém, Tatiana Gottsfritz, explica que a passarela será feita sobre ripas de eucalipto tratadas esuportes de concreto. Também haverá proteções laterais para evitar quedas e corrimão.Para o governo autônomo do arquipélago espanhol, o patrocínio pode ajudar no processo de canonização do padre, que desde1602 está em estudo na Itália. Em 1980, o Papa João Paulo II beatificou José de Anchieta. Com a construção da passarela, aintenção do governo das Ilhas Canárias é facilitar a visita dos fiéis para que eles façam pedidos, alcancem suas graças eaumentem o número de milagres creditados ao jesuíta. Com isso, o processo para que José de Anchieta torne-se santo ganhariamais força. Segundo a prefeitura de Itanhaém, a formalização do convênio de intenções foi intermediada pelo comerciante André ArrastiaEguizabal, proprietário de um restaurante da cidade, e o presidente do Centro Canários de São Paulo, Andrés Betancor Vera.Estarão presentes o presidente do governo de Canárias, Adan Martin Menis, a prefeita da cidade de La Laguna, Ana MariaDuramaz, e o prefeito de Itanhaém, Orlando Bifulco (PFL). A comitiva espanhola também irá participar da festa de 450 de SãoPaulo, no domingo. O documento será assinado ao meio-dia, no Paço Municipal de Itanhaém.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.