IML identifica mais 6 mortos no incêndio em presídio de MG

Incêndio foi provocado durante briga entre quadrilhas rivais; 25 detentos morreram dentro de uma cela

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

27 Agosto 2007 | 13h19

A Superintendência de Polícia Técnico-Científica da Polícia Civil (SPTC) de Minas Gerais identificou, na noite de domingo, 26, mais seis corpos das vítimas do conflito na Cadeia Pública de Ponte Nova-MG, onde 25 presos morreram carbonizados na madrugada de quinta-feira, 23. O incêndio teria sido provocado por uma briga entre grupos rivais. Até sexta-feira, 15 corpos haviam sido identificados, somando agora 21. Por volta de 1 hora de quinta, as vítimas foram encurraladas na cela 8 da cadeia por detentos de uma cela vizinha, que atearam fogo em um colchão encharcado com líquido inflamável, provocando um grande incêndio, que só foi controlado cerca de uma hora depois. Como a cidade não possui Corpo de Bombeiros, um caminhão-pipa foi utilizado para controlar o fogo, que já havia tomado conta de boa parte do segundo andar do prédio. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.