IML identifica mais 6 vítimas do acidente com avião da Gol

O Instituto de Medicina Legal (IML) de Brasília identificou mais seis vítimas do acidente com o Boeing 737-800, da Gol Linhas aéreas, nesta quinta-feira, 12, totalizando a identificação de 140 corpos. As últimas seis vítimas foram reconhecidas pelo método antropológico (arcada dentária). Até o momento, o IML recebeu 145 corpos. Desse total, 125 foram retirados do IML pelos familiares.A Força Aérea Brasileira (FAB) encontrou na quarta-feira, 11, mais quatro corpos de vítimas do acidente com o Boeing da Gol sob as asas do avião e outro praticamente enterrado ao lado de uma trilha aberta pelos militares. Até a manhã desta quinta-feira, ainda não haviam sido localizados quatro dos 154 passageiros do vôo 1907.O número exato de vítimas resgatadas, no entanto, só poderá ser consolidado pelo Instituto Médico Legal (IML) de Brasília após a identificação. Na terça-feira, 10, por exemplo, como não faz a identificação definitiva, a Aeronáutica contou como novo passageiro resgatado parte do corpo de uma pessoa que já havia sido identificada.O corpo encoberto pelo solo é de uma mulher que tem uma tatuagem na perna. Dois peritos continuam na Fazenda Jarinã, no município de Peixoto de Azevedo (MT), base de apoio da Aeronáutica, para trabalhar na pré-identificação das vítimas. Os corpos chegaram à fazenda por volta das 15h30, içados por um helicóptero H1-H. Menos de uma hora depois, o avião Búfalo decolou rumo a Brasília, provavelmente levando os corpos.Abaixo a relação das vítimas identificadas nesta quinta-feira: 1. Antônio Jesus Armindo, 58 anos, Portugal 2. Maria das Graças Bezerra Rickli, 57 anos, Pernambuco 3. Valdomiro Henrique Machado, 61 anos, Paraná 4. Antônio Rodrigues Filho, 60 anos, Ceará 5. Sandra da Silva Martins, 29 anos, Rio Grande do Sul 6. Rossana Raimondi Cavalcante, 48 anos, Rio de Janeiro

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.