IML identifica mais seis corpos de acidente da Gol

O Instituto Médico Legal (IML) de Brasília identificou no final da noite desta terça-feira, 10, outras seis vítimas do acidente com o Boeing da Gol no dia 29 de setembro após se chocar com um jato Legacy. Dos 154 mortos no acidente, já foram identificados 119. Desse total, 93 foram retirados pelos familiares do IML, que recebeu 142 corpos.Foram identificados por impressões digitais:Ronaldo Noé, de 49 anos, do Rio de Janeiro; Charlie Hudson Rangel de Oliveira, de 27 anos, do Rio de Janeiro; Mozart Sant´Ana Júnior, de 57 anos, do Rio de Janeiro; Daniel de Oliveira Silva, de 25 anos, de Pernambuco; Ricardo Leandro de Souza, 33 anos, do Espírito Santo; Marcelo Figueira Torres, de 50 anos, de Pernambuco. ResgateDas 154 vítimas do vôo 1907, faltam ser localizados nove corpos no local da queda do Boeing na cidade de Peixoto de Azevedo, no norte do Mato Grosso. As buscas agora entram na fase mais difícil.De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), as vítimas agora estão mais distantes, "escondidas", e só poderão ser identificadas por exame de DNA. Técnicos do Recovery Kit, grupo ligado à Varig, começaram a levar na terça ao local do acidente equipamentos que serão usados para remover o trem de pouso esquerdo do Boeing e recolher o direito. Um dos técnicos afirmou haver 90% de chance de que sejam encontrados corpos embaixo dos trens de pouso. Os índios caiapós de uma reserva próxima ao local da queda entram oficialmente nesta quarta-feira, 11, na missão de resgate às vítimas.(Colaborou Laura Diniz)

Agencia Estado,

11 de outubro de 2006 | 10h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.