IML identifica mais três vítimas do Airbus

O Instituto Médico-Legal de São Paulo (IML) identificou ontem mais três vítimas do vôo JJ 3054 da TAM. São os corpos de Maria Elizabete Silva Caballero, Bruno Lima do Nascimento e Fábio Vieira Marques Júnior. Com isso, sobe para 178 o número de identificados na maior tragédia da aviação brasileira. Os reconhecimentos estão sendo feitos com dois sistemas paralelos: testes de DNA e exames antropomórficos, realizados pelo próprio IML. A Secretaria de Segurança Pública não divulga previsão de quando todas as identificações serão concluídas pelos peritos. A Subprefeitura de Santo Amaro também entregou ontem laudos de desinterdição dos últimos cinco imóveis lacrados desde o acidente com o Airbus A320, no dia 17 de julho. Ao todo, foram interditados 28 imóveis no entorno do edifício da TAM Express, implodido no domingo. Dois imóveis, no entanto, continuam em observação pelo grande número de rachaduras - sem perigo de desabamento, segundo a subprefeitura. Há também três sobrados vizinhos ao terreno do prédio da TAM Express que tiveram a parte dos fundos destruída pela implosão e podem ser demolidos.

O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.