Impasse entre empresa aérea e PF atrasa vôo no Rio

Um vôo da empresa Gol que partiria às 7h30 desta terça-feira do Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, para Brasília, foi atrasado em mais de uma hora. O motivo foi um impasse entre a empresa e a Polícia Federal. Segundo a rádio CBN, três agentes da PF queriam embarcar levando três fuzis e vasta munição. Eles foram impedidos porque a empresa não possui autorização para este tipo de transporte.Os policiais federais acabaram viajando para Brasília no vôo da empresa, mas as armas foram embarcadas em outra aeronave. A base da Polícia Federal no aeroporto Tom Jobim negou a polêmica e disse que o atraso no embarque foi causado por uma vistoria de rotina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.