Impeachment ameaça prefeito de Guarulhos

A Câmara de Guarulhos, na Grande São Paulo, criou uma comissão com 17 vereadores de todos os partidos com assento na Casa para verificar a admissibilidade de um processo de impeachment contra o prefeito Sebastião Almeida (PT). O prazo para apresentar o relatório que será votado em plenário pelo afastamento ou não de Almeida (foto) é de dez dias. Ele é acusado de desvio de verbas públicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.