Império Serrano repagina samba e empolga a Sapucaí

De volta ao Grupo Especial, escola abre o primeiro dia de desfiles do carnaval do Rio

da Redação, estadao.com.br

22 Fevereiro 2009 | 23h17

Depois de sofrer com o rebaixamento em 2007, a Império Serrano abriu o primeiro dia de desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro. A escola resgatou o samba-enredo de 1976, A Lenda das Sereias e os Mistérios do Mar, e empolgou a Sapucaí. Apostando em um desfile leve, a escola montou fantasias com o predomínio das cores da agremiação: verde e branco.   Veja Também:  Fotos do desfile da Império Serrano  Você é o jurado: avalie o desempenho das escolas   Blog: dicas para quem quer curtir e para quem quer fugir da folia Especial: mapa das escolas e os sambas do Rio e de SP    Saiba como chegar ao sambódromo     Os integrantes da Império Serrano entraram na avenida protegidos na dianteira pelo deus Netuno (no carro abre-alas), guardião das sereias, e abençoados na retaguarda por Iemanjá, fechando a passagem da escola pela Sapucaí.     Bateria fez a "paradinha" e abriu alas para a rainha Quitéria Chagas passar. Foto: Marcos D'Paula/AE   Com um show da bateria, o Império Serrano fez um desfile correto na. Mestre Átila comandou a paradinha dos ritmistas, que abriram alas em momentos do desfile para sua rainha, Quitéria Chagas, sambar. O público, que cantou o samba praticamente o tempo todo, aplaudiu. Em um desfile bonito, a escola levou 3.800 componentes à avenida. Eles estavam divididos em 38 alas e 7 carros alegóricos.   Cores da escola predominaram. Império gastou bem menos que as outras escolas. Foto: Witon Júnior/AE   A carnavalesca Márcia Lage caprichou nas fantasias, mas os carros alegóricos estavam simples demais. A ala mais bonita do desfile era a da Velha Guarda. As mulheres de branco, carregando flores brancas na mão. E os homens de terno branco e gravata verde.   Para o carnaval de 2009, o Império gastou R$ 3,3 milhões, cifra bem inferior a média das grandes escolas, que gira em torno de R$ 5 milhões . "Optamos por carros alegóricos menores. O império apostou na criatividade contra o gigantismo de outras escolas. É o que permite o nosso orçamento", explicou a carnavalesca Márcia Lage.   Em seu primeiro trabalho solo, a artista, mulher o atual canrnavalesco do Salgueiro, Renato Lage, trouxe Netuno de abre-alas e Iemanjá fechando o desfile. O primeiro carro - que trouxe a coroa, símbolo da escola - teve dificuldades para entrar na avenida, o que atrasou o início do desfile.   O portelense Zeca Pagodinho está animado com este princípio de desfile da Império Serrano. Ele desfilará hoje pela Grande Rio e amanhã em sua escola do coração. Zeca cantava com entusiasmo o samba imperiano. "Esse samba é lindo, todos os sambas do império são lindos. Para mim, está tudo lindo", disse o compositor animado e abraçando integrantes do Império Serrano. Zeca sairá na Grande Rio ao lado do filho Luizinho.

Mais conteúdo sobre:
carnaval 2009 Império Serrano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.