Importante ponte no Vale do Paraíba é interditada

A principal ponte que liga os municípios de Aparecida e Potim, no Vale do Paraíba, foi interditada nesta terça-feira, 12, depois que a Defesa Civil de Aparecida constatou que a estrutura dela está comprometida. Por meio de um decreto municipal o prefeito José Luiz Rodrigues decidiu pela interdição, alegando que há sérios riscos de desabamento no local.A estrutura da ponte "Ministro Roberto Cardoso Alves" teria sido afetada por um barranco que cedeu com a chuva da semana passada e também por causa do acúmulo de plantas aquáticas, as chamadas capituvas. "Verificamos que o asfalto poderia ceder a qualquer momento e ocorrer uma tragédia", disse João Paulo Amaral, chefe da Defesa Civil de Aparecida.Com a interdição, pelo menos 18 mil pessoas que moram nos dois municípios vizinhos estão sendo prejudicadas. A população que precisa andar de ônibus é obrigada a passar pela ponte a pé e fazer baldeação de um lado para o outro da ponte interditada.Entre as duas cidades existe ainda uma segunda ponte que foi desativada há cerca de seis anos. O local também está com a estrutura comprometida, mas ainda suporta veículos leves e pedestres.Segundo o prefeito da cidade de Potim, Gilberto Vicente do Carmos, foi pedida uma verba de R$ 400 mil ao Governo Federal para as obras na ponte "Ministro Roberto Cardoso Alves". Não há data para a chegada da verba e a ponte continuará interditada por tempo indeterminado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.