Inaugurado presídio anti-fuga com controle eletrônico

O primeiro Centro de Detenção Provisória (CDP) do Estado de São Paulo instalado com equipamentos eletrônicos foi inaugurado hoje, em Araraquara, na região de Ribeirão Preto. Cerca de 250 presos, de Araraquara ou cidades próximas, serão transferidos do CDP de Ribeirão Preto nos próximos dias. O governo paulista investiu R$ 5,8 milhões no projeto.O CDP, construído no complexo que abriga a Penitenciária do município, tem capacidade para 496 detentos (62 celas para oito presos cada) e será dirigido por Roberto Medina.O CDP foi idealizado para conter rebeliões e fugas e tem equipamentos informatizados que controlam tudo em seu interior. As celas foram feitas em concreto usinado e as paredes e os pisos contêm chapas de aço para evitar que os presos cavem buracos.Em tentativa de fuga, os detentos teriam de ultrapassar cinco portas com eletro-ímãs e cinco portões com grades. No exterior, existem três alambrados e uma muralha com oito metros de altura, cercada por agentes penitenciários.Além disso, 32 câmeras de vídeo, com vidro inquebrável, estão distribuídas pelo prédio, monitorando as ações no interior do CDP. Dezenas de sensores de presença podem ser acionados com qualquer movimentação.Um aparelho de raio X será utilizado para revistar os visitantes e os advogados não terão mais contato físico com os detentos-clientes. Uma central computadorizada vai gerenciar a abertura e o fechamento das celas, a iluminação do pátio e das celas, o funcionamento de tomadas de energia e a distribuição de água.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.