Incêndio deixa cinco crianças mortas no Rio Grande do Sul

Um incêndio matou cinco irmãos que dormiam dentro de uma casa em Santana do Livramento, Rio Grande do Sul, na fronteira do Brasil com o Uruguai, no início da madrugada desta terça-feira, 1º. As crianças com idades entre 4 e 12 anos estavam sozinhas em casa, enquanto a mãe, Maria da Silva Martins, trabalhava num restaurante. Segundo as primeiras avaliações dos bombeiros, é provável que as crianças tenham tentado enfrentar a temperatura próxima de zero grau queimando algum material combustível dentro de uma lata. Do aquecedor improvisado, o fogo teria se alastrado e destruído a construção de madeira em poucos minutos. A perícia técnica do Departamento de Criminalística foi feita durante a manhã, mas o laudo só será divulgado nos próximos dias. O incêndio em Santana do Livramento é semelhante à que ocorreu em Vacaria, no norte do Rio Grande do Sul, no dia 22 de maio, quando outras cinco crianças, com idades entre 1 e 7 anos, morreram carbonizadas no incêndio da casa onde viviam. A noite também era a fria e a mãe também estava fora quando o fogo começou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.