Feliz Zucco - Agência RBS/AE
Feliz Zucco - Agência RBS/AE

Incêndio destrói parte do Mercado Público de Porto Alegre

Prédio é um dos cartões postais da capital gaúcha e foi construído em 1869

Elder Ogliari - O Estado de S.Paulo,

06 Julho 2013 | 22h27

Texto atualizado às 22h40

PORTO ALEGRE - Um incêndio destruiu pelo menos três dos quatro quadrantes do andar superior do Mercado Público de Porto Alegre na noite deste sábado. As causas ainda são desconhecidas. Imagens de câmeras de segurança mostram que por volta das 20h30min houve uma grande labareda no quadrante oeste e que as chamas se espalharam rapidamente por quase todo o segundo pavimento, destruindo o telhado e instalações de restaurantes, lojas e cafés que funcionavam no local. O andar inferior também foi atingido, mas sofreu danos menores.

Como os 111 estabelecimentos comerciais do prédio, entre os quais restaurantes, açougues, lojas de especiarias, já estavam fechados, os poucos funcionários que ainda permaneciam no local conseguiram sair sem ferimentos. Por volta das 22 horas a Brigada Militar informou que o incêndio não havia deixado vítimas e teria sido controlado, apesar de alguns focos menores ainda estarem ativos e sendo combatidos. Os bombeiros também tiveram de retirar animais de uma loja de produtos agropecuários do andar inferior.

Um dos principais pontos turísticos da cidade, o Mercado Público de Porto Alegre foi inaugurado em 1869, é tombado pelo Patrimônio Histórico desde os anos 1970 e já havia enfrentado incêndios em 1912, 1976 e 1979. O prédio foi restaurado nos anos 1990. O prefeito José Fortunati (PDT) foi rapidamente para o local e considerou o incêndio como umas das ocorrências mais tristes da história recente da cidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.