Incêndio destrói sede da NET em Ribeirão Preto

Um incêndio, que começou aproximadamente às 21h de ontem, destruiu as instalações da Net, retransmissora de canais de TV cabo, em Ribeirão Preto. Cerca de 16,4 mil assinantes da cidade - que devem gerar 60 mil usuários - ficaram sem os sinais dos canais e a empresa espera retomar o serviço, se possível, até amanhã. O prédio foi todo destruído. A causa do incêndio só será confirmada através da perícia técnica, mas os bombeiros suspeitam que possa ter ocorrido um curto-circuito na parte elétrica.Os bombeiros chegaram 20 minutos depois do início do incêndio, no bairro Lagoinha, para combater o fogo, que teria começado no almoxarifado. Como o material é de fácil combustão, o fogo alastrou-se rapidamente e algumas explosões ocorreram, provavelmente de botijões de gás da cozinha. Uma parte do prédio, de 900 metros quadrados, desabou. O fogo foi controlado em três horas, mas os bombeiros permaneceram no local até hoje de manhã para verificar os danos. A única área não afetada do prédio foi a de recepção e transmissão de sinais, que fica num local à parte, dentro da própria instalação, mas reforçada para evitar incêndios. Apenas o vigia trabalhava no momento em que ocorreu o incêndio. Hoje os técnicos da empresa, de Ribeirão Preto, São Paulo e Campinas, analisaram os destroços para ver o que poderia ou não ser reaproveitado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.