Incêndio em BH deixa pelo menos 8 mortos

Um incêndio, que começou às 2h da madrugada, destruiu a danceteria Canecão Mineiro, na Avenida do Contorno, no centro da capital do estado de Minas Gerais, matando pelo menos 8 pessoas e deixando mais de 120 feridas. Além das vítimas, que sofreram asfixia e as que se feriram no corre-corre, há muitas com queimaduras, em estado muito grave, que foram levadas ao Pronto Socorro local e a outros hospitais da cidade. No final da madrugada ainda havia pessoas no interior do prédio.A casa de shows estava lotada. Havia cerca de 1.500 pessoas no local quando o fogo começou. Testemunhas contam que houve uma cascata de fogos de artifício, montada sobre o palco, e que ela incendiou o isolamento acústico, feito de isopor. Um segurança teria tentado apagar com um extintor impróprio e as chamas se alastraram ainda mais. O fogo se espalhou rapidamente por todo o teto. Como não há saídas de emergência, muitos tiveram que ser resgatados pelos bombeiros, por cordas e escadas.Leandro Carlos, segurança da banda Nova Geração, que ia tocar nessa madrugada, conta que o incidente teve início no momento em que a banda Armadilha ia entrar no palco. Houve show de laser e fogos de artifício. "Geralmente esse fogos expocam a partir do chão, mas nesta noite, pela primeira vez, foi implantando também o efeito de cascata", afirma. Um dos integrantes da Nova Geração também se feriu, no momento em que eram retirados dos camarins. Os instrumentos musicais e demais equipamentos eletrônicos que não foram destruídos pelo fogo acabaram sendo danificados pelos jatos de águas dos soldados do Corpo de Bombeiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.