Incêndio em casa era para encobrir chacina

Depois de controlar o incêndio em uma casa na Vila Campestre, zona sul, na manhã de ontem, os bombeiros encontraram a cena de um triplo homicídio. Guiomar Marconi, de 36 anos, e seus dois filhos, Débora Francielly Payo Vaqueiro, de 19, e Paulo Payo Mateus Vaqueiro, de 12, estavam mortos, deitados cada um em sua cama. O namorado de Guiomar, Deusdete Pereira da Silva, de 54, que morava com ela havia dois anos, confessou o crime no início da tarde de ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.