Incêndio em mata de Cajuru já dura uma semana

O incêndio da Mata Graciosa, em Cajuru, na região de Ribeirão Preto, deverá ser contido apenas neste final de semana, segundo os bombeiros. O fogo, que começou no dia 11 ou 12, espalhou-se pela mata e ainda existem vários focos. Cerca de 30 bombeiros atuam diariamente no local, além de funcionários de usinas de cana-de-açúcar da região e da prefeitura de Cajuru - ao todo, cerca de 90 homens trabalham na mata, com equipes atuando mesmo à noite. Os bombeiros só foram acionados na segunda-feira, e começaram a combater o incêndio no dia seguinte."Estamos rezando para que chova logo, pois existem muitos focos ainda", disse o primeiro-tenente do 9º Grupamento de Bombeiros de Ribeirão Preto, Marcos Antônio Félix, informando que não poderia prever com precisão o fim dos trabalhos. Ele calcula que o fogo será contido, na melhor das hipóteses, até domingo. A Mata Graciosa, segundo Félix, tem cerca de 100 alqueires e 15% disso teria sido atingido pelo fogo. Durante três dias, um helicóptero dos bombeiros foi usado para despejar água na mata, mas ele já voltou a São Paulo, para auxiliar em outros combates de incêndios.A provável causa do incêndio na Mata Graciosa, uma reserva ambiental, teriam sido fagulhas de queimadas de cana, já que vários canaviais cercam a área. A Polícia Florestal e o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), de Ribeirão Preto, investigam a causa exata e a punição dos eventuais responsáveis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.