Incêndio no teatro Villa-Lobos do Rio destrói sala recém-reformada

Estruturas do prédio, inaugurado em 1979, ficaram comprometidas; ninguém ficou ferido

Marcela Bourroul Gonsalves, estadão.com.br

07 Setembro 2011 | 14h43

SÃO PAULO - O incêndio que atingiu o teatro Villa-Lobos, em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, destruiu completamente a sala de espetáculos, que havia sido totalmente restaurada há poucos meses. O teatro, que foi inaugurado em 1979, passava por uma grande reforma.

 

Segundo a Secretaria Estadual de Cultura, foram atingidos os equipamentos de som, as poltronas, os novos revestimentos e a caixa cênica. Ainda não há, porém, uma estimativa de quanto a perda representa em dinheiro.

 

As demais partes da casa de espetáculos foram pouco afetadas. Os camarins foram preservados por conta de uma porta corta-fogo instalada recentemente durante a reforma e o hall de entrada também foi pouco atingido. Segundo José Emílio Rondeau, assessor da secretaria, nos demais locais houve "danos mínimos se comparado ao que aconteceu na sala de espetáculos".

 

Será realizada perícia para avaliar os danos, o prejuízo financeiro do incêndio e possíveis causas. Ninguém ficou ferido e as residências vizinhas não foram atingidas.

 

O incêndio teve início por volta das 23h30 desta terça-feira, 6, e os bombeiros só deixaram o local na manhã desta quarta, 7. De acordo com informações da assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, as estruturas do local foram gravemente abaladas. Mais cedo, afirmou-se também que os quatro andares do edifício teriam sofrido perda total.

Mais conteúdo sobre:
Villa-LobosRioincêndioteatro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.