Indenização para família é reduzida

Os desembargadores da 15ª Câmara Cível do Rio de Janeiro reduziram de R$ 1,14 milhão para R$ 228 mil a indenização por danos morais para a família de Quézia Gonçalves Moreira, uma das passageiras do vôo 1907 da Gol, que se chocou com o jato Legacy em setembro de 2006. A pensão mensal também foi reduzida, porque, na primeira instância, levou-se em conta que Quézia havia passado num concurso. "Essa decisão foi um choque", afirmou o advogado João Tancredo, que vai recorrer ao STJ.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.