Indenização por acidente da Gol pode chegar a R$ 2 mi

Parentes de 6 das 154 vítimas da queda do Boeing da Gol já procuraram um escritório de advocacia do Rio com o objetivo de recorrer à Justiça brasileira e, possivelmente, também à americana, para receber indenizações por danos materiais e morais. O advogado Leonardo Amarante, do Rio, foi contratado pela família (irmão, pais e companheira) de um dos passageiros do vôo 1907, André Luís Carneiro Fontoura Pereira, cujo corpo foi identificado no fim de semana. O advogado estima que, no caso de Pereira, que tinha 31 anos e trabalhava como representante comercial, o valor total a ser pago à família ficaria próximo de R$ 2 milhões. Amarante está em contato com parentes de outros cinco passageiros, dos Estados da Bahia e do Rio Grande do Sul. O advogado é associado ao escritório americano Lieff Cabraser, Hermann & Bernstein, que já representou clientes em casos de desastres aéreos ocorridos nos Estados Unidos, Peru, Indonésia, Chipre, Colômbia e Rússia - e vai trabalhar em parceria nos processos das vítimas do vôo 1907 a serem impetrados na Justiça dos EUA. Nesta segunda, uma sócia do escritório, Lexi Hazam, desembarcou em Brasília, juntamente com um especialista em colisões de aeronaves, para acompanhar as investigações do caso. Especialistas ouvidos nesta segunda-feira pelo Estado disseram, porém, que o momento para os familiares das vítimas deve ser de união e paciência. Segundo o Código de Defesa do Consumidor, o fato de o acidente ter ocorrido com um avião da Gol já é condição suficiente para que a empresa seja acionada na Justiça para pagar indenização patrimonial e por danos morais. ?A Gol tem a responsabilidade objetiva pelo acidente?, afirmou o advogado Marcos Diegues, gerente jurídico do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec).A empresa deve ainda pagar um seguro obrigatório aos parentes das vítimas, cujo valor pode atingir R$ 125 mil. Para o advogado Sérgio Alonso, especialista em direito aeronáutico, a conclusão sobre a responsabilidade pelo acidente pode direcionar as ações. Caso seja mostrado que o erro dos pilotos americanos foi grave, a indenização a ser cobrada da ExcelAire pode ser vantajosa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.