Índices de crimes caem no Rio durante o Pan

A maioria dos índices de criminalidade acompanhados pelo Instituto de Segurança Pública do Rio caiu durante os Jogos Pan-Americanos. Dos 17 índices medidos, 11 apresentaram queda em julho em comparação com o mês anterior. O Estado atribuiu a redução ao reforço policial enviado à cidade.O número de roubos de veículos, por exemplo, caiu 15,9%, com 299 registros a menos em relação ao mês anterior.Durante o Pan, o Rio teve o reforço de 6 mil homens da Força Nacional de Segurança, 2 mil da Polícia Federal, além de mil carros e 27 aeronaves. Ontem, o secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, creditou a redução dos índices de criminalidade ao aumento do policiamento. ''''O legado tecnológico que ficou do Pan 2007 vai nos possibilitar gerir melhor o efetivo que vai ficar além da Força Nacional, que deverá nos ajudar, e da Polícia Rodoviária Federal, que também foi solicitada'''', disse Beltrame, em entrevista à Rede Globo.Entre os índices que tiveram maior redução estão roubo a coletivo (13,3%), lesão culposa no trânsito (11,8%) e roubo a transeunte (10,8) - este registrou a primeira queda no ano. Os dados são referentes aos registros feitos nas Delegacias Legais, que representam 67% das ocorrências do Estado.Como durante os jogos ficaram suspensas operações policiais em favelas, como as do Complexo do Alemão, também caiu o número de autos de resistência (morte em confronto com a polícia) - de 83 em junho para 66 em julho. O primeiro semestre de 2007 foi mais violento que o de 2006 - 718 pessoas morreram nesses confrontos entre janeiro e julho, 110 a mais do que ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.