Índios mantêm funcionário da Funasa refém em SC

Um funcionário da Fundação Nacional da Saúde (Funasa) está refém de índios Gerinpanko, como forma de pressionar o órgão e a Funai a garantir a assistência de saúde à tribo.Segundo a Agência Brasil, os índios dizem que a Funasa atende somente a comunidade branca, sem dar auxílio às áreas indígenas.Os índios ainda acusam os prefeitos da região de utilizar as verbas e os agentes de saúde destinados às tribos para atender seus eleitores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.