AP-7/1/2015
AP-7/1/2015

Indonésia nega em definitivo pedido de clemência de brasileiro detido por tráfico

Data da execução ainda não foi definida; Rodrigo Gularte foi condenado em 2005 por entrar no país com seis quilos de cocaína

AFP

20 de janeiro de 2015 | 22h40


Um segundo brasileiro detido por tráfico na Indonésia será fuzilado, conforme informaram nesta terça-feira, 20, as autoridades do país asiático, após negarem em definitivo pedido de clemência. Rodrigo Gularte, de 42 anos, foi condenado à morte em 2005 por entrar no país com seis quilos de cocaína escondidos em pranchas de surfe.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores da Indonésia, a data de execução ainda não foi definida. No sábado, o brasileiro Marco Archer Cardoso foi executado por narcotráfico, apesar da série de pedidos de clemência do governo brasileiro. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.