AP-7/1/2015
AP-7/1/2015

Indonésia nega em definitivo pedido de clemência de brasileiro detido por tráfico

Data da execução ainda não foi definida; Rodrigo Gularte foi condenado em 2005 por entrar no país com seis quilos de cocaína

AFP

20 Janeiro 2015 | 22h40


Um segundo brasileiro detido por tráfico na Indonésia será fuzilado, conforme informaram nesta terça-feira, 20, as autoridades do país asiático, após negarem em definitivo pedido de clemência. Rodrigo Gularte, de 42 anos, foi condenado à morte em 2005 por entrar no país com seis quilos de cocaína escondidos em pranchas de surfe.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores da Indonésia, a data de execução ainda não foi definida. No sábado, o brasileiro Marco Archer Cardoso foi executado por narcotráfico, apesar da série de pedidos de clemência do governo brasileiro. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.