<i>New York Times</i> fala de ´nova Inquisição´ no caso Renascer

O jornal americano The New York Times publicou na edição desta segunda-feira, 19, uma matéria que fala sobre um "nova Inquisição" no caso da prisão do casal Estevam e Sônia Hernandes, líderes religiosos da Igreja Renascer, que são acusados de transporte ilegal de dinheiro para os Estados Unidos. O assunto também foi tema de matéria publica no domingo pelo jornal Los Angeles Times (veja matéria ao lado).A expressão, utilizada por uma das filhas do casal, ecoa a opinião de evangélicos que se sentem ofendidos pela maneira como o caso vem sendo conduzido pelas autoridades e noticiado nos meios de comunicação brasileiros."A cobertura (da prisão) dos Hernandes e as acusações contra eles tem sido uniformemente negativa na mídia noticiosa brasileira, com muitos jornais e revistas reduzindo sua denominação a uma ´seita", atesta o correspondente do jornal, Larry Rother, evitando, no entanto, endossar ou contestar a opinião da filha."Um jornal até coloca o termo ´bispo´ entre aspas para se referir ao casal e aos líderes da sua Igreja." A matéria nota que as correntes pentecostais vêm ganhando não só cada vez mais adeptos, mas "riqueza e poder" no Brasil."Mais de 10% dos membros do Congresso do Brasil pertencem à bancada evangélica, e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva escolheu seu vice de um partido dominado pelos grupos pentecostais", afirma o texto.O advogado do casal Hernandes, que deve ser julgado em Miami no início de maio, disse ao jornal que o caso "não é uma questão religiosa, mas que envolve a mídia, e interesses políticos e comerciais".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.