Infraero: 13% dos vôos têm atrasos nos aeroportos do País

Segundo boletim parcial divulgado pela Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) o porcentual de vôos com atrasos nos aeroportos do País administrados pela estatal ficou em 13% nesta quarta-feira, 28. De acordo com a Infraero, dos 569 vôos programados, 74 apresentaram atrasos superiores a 45 minutos.No Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, o movimento era tranqüilo. No começo da tarde, segundo o site da Infraero, havia apenas dois vôos com atrasos. Um vôo da companhia aérea Gol, programada para pousar às 10h30, era esperado para às 13h20, quase três horas após a previsão inicial.No Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, de acordo com o site da Infraero, eram verificados oito vôos com atrasos superiores a 45 minutos. No Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, cerca de dois vôos eram atingidos por atrasos. Já o Aeroporto Santos Dumont, também no Rio, registrava um vôo com atraso. No Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, eram verificados atrasos em quatro vôos. O aeroporto de Curitiba apresentava três atrasos. ReformasEste é o segundo dia de obras da pista auxiliar do aeroporto, que visa readequar o asfalto para que ela possa ser utilizada para pousos e decolagens de aeronaves maiores, hoje só autorizada na pista principal.A reforma tem previsão de duração de quatro meses. Após a conclusão, deverá ser iniciada as obras da pista principal do aeroporto, que atualmente é obrigada a fechar para operação quando a lâmina de água, por conta de fortes chuvas, ultrapassa dos 3 milímetros, conforme determinação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Esta outra etapa de obras em Congonhas será definida em audiência pública agendada para 19 de março.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.