Infraero: 13% dos vôos têm atrasos nos aeroportos do País

Segundo boletim parcial divulgado pela Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) o porcentual de vôos com atrasos nos aeroportos do País administrados pela estatal ficou em 13% nesta quarta-feira, 28. De acordo com a Infraero, dos 569 vôos programados, 74 apresentaram atrasos superiores a 45 minutos. No Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, o movimento era tranqüilo. No começo da tarde, segundo o site da Infraero, havia apenas dois vôos com atrasos. Um vôo da companhia aérea Gol, programada para pousar às 10h30, era esperado para às 13h20, quase três horas após a previsão inicial. No Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, de acordo com o site da Infraero, eram verificados oito vôos com atrasos superiores a 45 minutos. No Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, cerca de dois vôos eram atingidos por atrasos. Já o Aeroporto Santos Dumont, também no Rio, registrava um vôo com atraso. No Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, eram verificados atrasos em quatro vôos. O aeroporto de Curitiba apresentava três atrasos. Reformas Este é o segundo dia de obras da pista auxiliar do aeroporto, que visa readequar o asfalto para que ela possa ser utilizada para pousos e decolagens de aeronaves maiores, hoje só autorizada na pista principal. A reforma tem previsão de duração de quatro meses. Após a conclusão, deverá ser iniciada as obras da pista principal do aeroporto, que atualmente é obrigada a fechar para operação quando a lâmina de água, por conta de fortes chuvas, ultrapassa dos 3 milímetros, conforme determinação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Esta outra etapa de obras em Congonhas será definida em audiência pública agendada para 19 de março.

Agencia Estado,

28 Fevereiro 2007 | 13h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.