Infraero: 9,7% dos vôos apresentam atrasos acima de 1 hora

A situação era bastante tranqüila na tarde desta quarta-feira, 21, nos aeroportos principais do País. Segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), o porcentual de vôos com atrasos superiores a uma hora, da zero hora até as 14 horas, ficou em 9,7%. O porcentual é ligeiramente inferior ao boletim das 9 horas, que apontou 10,1% de vôos com atrasos. Até às 14 horas, dos 977 vôos programados, segundo boletim da Infraero, 95 foram afetados pelos atrasos.De acordo com a Infraero, estatal que administra os aeroportos, o Aeroporto Juscelino Kubitscheck, em Brasília, apresentou, até as 14 horas, atrasos além de uma hora em dez vôos, dos 73 programados, o que equivale a atrasos em 13,7% deste total. Às 15 horas, em consulta ao site da Infraero, eram verificados três vôos com atrasos. No Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, de 159 vôos programados, 13 saíram fora do horário, o equivalente a 8,2% do total. Até o início da tarde, o site da Infraero apontava atrasos em oito vôos no terminal aeroportuário paulista.O Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, sete vôos registravam atrasos, dado inferior ao número de vôos cancelados, que chegam a oito. No Rio de Janeiro, o Aeroporto Tom Jobim (Galeão) mostrava atrasos em seis vôos. Já o Aeroporto Santos Dumont, também no Rio, cerca de quatro vôos saíam fora do horário.O Aeroporto Afonso Pena, em Curitiba, que teve problemas na manhã desta quarta-feira, no Centro de Defesa Aérea e Controle do Tráfego Aéreo (Cindacta-2), tinha quatro vôos com atrasos no início da tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.