Infraero aponta tranqüilidade nos aeroportos durante feriado

Movimento no carnaval foi calmo; Sergio Gaudenzi atribui sucesso a esforços conjuntos

Paulo R. Zulino e Eloá Orazem, do estadao.com.br,

06 de fevereiro de 2008 | 13h08

Os principais aeroportos do País passaram por momentos de "absoluta tranqüilidade" durante o carnaval de 2008. A avaliação foi feita pelo presidente da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), Sergio Gaudenzi.   Até as 13h10, de um total de 934 decolagens previstas, a Infraero registrou apenas 36 vôos atrasados e 29 cancelados. No aeroporto de Santos Dumont não houve atrasos, e no Galeão apenas 1; ao todo, somente 6 vôos foram cancelados no Rio de Janeiro. Em São Paulo a situação também é calma: Guarulhos não registrou nenhum cancelamento de decolagem e apenas 5 atrasos, em Congonhas, até as 13h10, 3 vôos estavam atrasados e 9 foram cancelados.   Para os foliões que retornam ainda nesta quarta-feira, a Infraero tem boas expectativas. "Acreditamos que não teremos nenhuma dificuldade no retorno. Estamos monitorando os aeroportos. Tudo indica que nosso trabalho vai ser tranqüilo", afirmou Gaudenzi, em entrevista à Rádio Nacional.   Ele lembrou que a quantidade de funcionários trabalhando nos aeroportos no carnaval foi reforçada em torno de 10%. Nesse momento de intensa movimentação nos saguões, Gaudenzi atribuiu a "normalidade" ao trabalho conjunto entre a Infraero, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o Departamento de Controle do Espaço Aéreo e a Secretaria de Aviação Civil do Ministério da Defesa.   "Trabalhamos muito entrosados, nos falamos muito nesse período. Um deu cobertura ao outro. Acho que isso foi uma medida fundamental", acrescentou Gaudenzi.   A ausência de grandes alterações climáticas durante o período e o acréscimo de aparelhos de raio X na revista dos passageiros, segundo Gaudenzi, também foram medidas que colaboraram para a redução das filas, para a regularidade de pousos e decolagens e, conseqüentemente, para o melhor funcionamento dos aeroportos.  

Tudo o que sabemos sobre:
AeroportosCarnavalAnacInfraero

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.