Infraero diz que aviões presidenciais não atrapalharam tráfego

A Infraero negou no final da tarde desta sexta-feira, 16, que dois aviões presidenciais tenham atrapalhado o fluxo de aeronaves comerciais no aeroporto de Congonhas. Segundo a estatal que administra aeroportos, não há "possibilidade operacional ou técnica de um avião da comitiva presidencial impedir o tráfego geral." A estatal confirmou que os aviões estavam até o início da noite estacionados no aeroporto, mas disse que eles estavam no local reservado à comitiva presidencial, junto ao pavilhão de autoridades. Ainda de acordo com a estatal, ao decolar, as aeronaves ficaram na fila aguardando espaço para poder estacionar, por "alguns minutos apenas", assim como qualquer outro avião comercial.

Agencia Estado,

16 Fevereiro 2007 | 19h33

Mais conteúdo sobre:
carnaval carnaval 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.