Infraero entrega novo check-in do aeroporto de Salvador

Obra faz parte da primeira etapa da reforma do local, que também receberá esteiras de triagem e para restituição de bagagem

Ayr Aliski , O Estado de S. Paulo

05 de fevereiro de 2014 | 18h01

BRASÍLIA - A primeira fase da nova área de check-in do aeroporto de Salvador foi entregue nesta quarta-feira, 5, pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). São 36 novos balcões de atendimento para as empresas aéreas, que se somam aos 28 existentes atualmente, totalizando 64 posições.

Segundo a Infraero, as obras de reforma do aeroporto de Salvador estão divididas em duas etapas. Na primeira etapa, até abril, serão concluídos os trabalhos de modernização das áreas de desembarque doméstico remoto e internacional, esteiras de triagem e restituição de bagagem, sanitários, saguão, lojas comerciais, caixas eletrônicos, praça do acarajé, estação transbordo e área de apoio taxistas. Nesta fase também estão incluídas ações em áreas do primeiro andar do terminal, como o acesso ao embarque doméstico e internacional, conector para desembarque internacional, lojas comerciais e escadas de emergência, além de espaços do segundo piso, como cobertura frontal, praça de alimentação, auditório e mirante.

Outros serviços serão executados até julho. Estão previstas melhorias no térreo, como no desembarque internacional remoto, posto médico, adequação da saída do desembarque, salas de bagagens extraviadas e central telefônica. No primeiro pavimento, as reformas envolvem lojas comerciais, pontes de embarque, adequação dos portões, rampa de acesso ao conector e elevadores panorâmicos. Já no segundo pavimento serão contempladas áreas administrativas e elevadores panorâmicos.

Segundo a Infraero, o investimento total no aeroporto será de R$ 93,53 milhões, sendo R$ 79,23 milhões apenas na primeira etapa. A segunda etapa das obras de reforma do aeroporto já estava prevista para ser realizada depois da Copa do Mundo, considerando que a unidade de Salvador tem capacidade para atender a demanda projetada para o ano de 2014, informou a Infraero.

Tudo o que sabemos sobre:
Infraeroaeroporto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.