Infraero realiza exercício de resgate em aeroporto no Rio

Uma aeronave com 50 pessoas a bordo foi utilizada nesta sexta-feira, 15, para simular um acidente aéreo no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio. O Exercício de Emergência Aeronáutica Completo (Exeac), promovido pela Infraero, é realizado todos os anos em cumprimento a normas de segurança estabelecidas pelo Comando da Aeronáutica e pela estatal.O treinamento ocorreu em uma área afastada dos terminais de embarque e desembarque do aeroporto, para não chamar a atenção dos passageiros.A aeronave estava ocupada por 44 "passageiros" e seis "tripulantes". Ao lado, havia uma estrutura de tapumes para representá-la. Agentes do Corpo de Bombeiros atearam fogo na réplica de madeira e, em seguida, as equipes de resgate foram chamadas para socorrer as "vítimas". Na simulação, a aeronave havia apresentado problemas logo após sua decolagem e teve que retornar ao aeroporto. O incêndio teria sido iniciado logo após a aeronave ultrapassar os limites da pista. Das 50 pessoas a bordo, 20 fingiram ter morrido no acidente, 15 simulavam estar em estado grave, dez com ferimentos de média gravidade e apenas cinco "apresentavam" ferimentos leves.Várias entidades participaram do exercício, como o Corpo de Bombeiros, Defesa Civil Municipal, Marinha, Aeronáutica e Corpo de Voluntários de Emergência (CVE), um grupo formado por voluntários de diferentes setores do aeroporto. Foram mobilizadas 200 pessoas para formar as equipes de resgate e usadas 16 ambulâncias e cinco helicópteros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.