Inglaterra intima Brasil a reduzir 'abusos' de imigração, diz FT

Edição desta quinta-feira do jornal londrino aponta que cerca de 150 mil brasileiros estejam vivendo em Londres

Jamil Chade, O Estado de S. Paulo

12 de junho de 2008 | 08h18

O governo britânico dá um ultimato ao Brasil e alerta que os brasileiros poderão voltar a precisar de visto de entrada. Segundo a edição desta quinta-feira, 12, do jornal Financial Times, o governo inglês deu um ultimato a onze países para que deixem de "abusar" do privilégio de não precisar de vistos para entrar no país. A lista conta com Brasil, Bolívia, Malásia, África do Sul, Botsuana, Namíbia, Venezuela, Trinidad e Tobago, Lesoto, Suazilândia e Ilhas Maurício.   As estimativas apontam que cerca de 150 mil brasileiros estariam vivendo na região de Londres. Dentro do próprio governo britânico, já há quem alerte que a medida pode ter repercussões negativas aos interesses comerciais da Inglaterra no Brasil. Londres está dando seis meses para que os países cheguem a um acordo para acabar com o que o governo local considera abusos na imigração.

Tudo o que sabemos sobre:
imigração

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.