Inmet prevê chuva no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, nesta quinta-feira

Região foi a mais afetada pelas chuvas da última semana

Agência Brasil ,

15 Setembro 2011 | 09h27

SÃO PAULO - O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê para dia nublado com chuva no Vale do Itajaí, região de Santa Catarina mais afetada pelas enchentes da semana passada, nesta quinta-feira, 15. O Centro de Informações de Recursos Ambientais e Hidrometeorologia (Epagri) esclarece que o acumulado de chuva em todo o estado deve ser pouco significativo, variando entre 10 e 35 milímetros. Porém, na semana passada, em alguns municípios, choveu em poucas horas, o total esperado para todo o mês de setembro

 

A Defesa Civil enfatiza que está priorizando ações de reconstrução das áreas atingidas pela chuva, envolvendo diversos setores do governo. De acordo com o último boletim de ocorrências, 59 municípios decretaram situação de emergência e há informações de 94 cidades que relataram ocorrências de desastres. O número de mortos e feridos permanece inalterado: três pessoas morreram e 171 estão feridas. Um total de 981.205 pessoas foram atingidas em 100 municípios, sendo que 162.644 estão desalojadas e 15.748, desabrigadas.

 

Quem quiser fazer doações em dinheiro para ajudar os atingidos pela enchente poderá depositar a quantia numa conta no Banco do Brasil (agência 305-0, conta 2011-7, no nome da prefeitura de Itajaí - Enchente 2011).

 

A Polícia Rodoviária Federal informa que a condição de tráfego nas rodovias federais em Santa Catarina começa a melhorar, mas ainda está longe da ideal. O único ponto que permanece totalmente interditado é o km 93 da BR-280, em Corupá, devido à queda de barreira.

 

A BR-470, no Vale do Itajaí - região mais afetada, depois de alguns dias de alagamento em Blumenau, Lontras, Rio do Sul e Agronômica - já está totalmente liberada. Segundo boletim da PRF, a situação ainda é precária em vários pontos devido aos danos causados nas vias, com destaque para Apiúna, na altura do km 104, onde a pista sofreu um afundamento.

 

Com a finalidade de prevenir acidentes, a Polícia Rodoviária Federal recomenda máxima cautela aos motoristas que trafegarem pelas estradas catarinenses.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.