Inspeção veicular em SP tem 12,5 mil vagas a mais

Na quinta-feira, era difícil agendar horário para Jaguaré, Barra Funda, Parque São Jorge e Anchieta; ontem, concessionária ampliou o serviço

Fábio Mazzitelli, O Estadao de S.Paulo

01 Agosto 2009 | 00h00

A concessionária responsável pela inspeção veicular ambiental na capital, a Controlar, amplia a partir de hoje a capacidade dos postos da Barra Funda e da Anchieta, que ganharão 12,5 mil novas vagas de atendimentos para carros por mês. A empresa anunciou também que, "em função da demanda", o próximo endereço de inspeção a ser aberto, antes previsto para o Parque do Carmo (zona leste), será na Vila Medeiros, zona norte, região onde não havia local de testes. O posto deve ser inaugurado até o fim de outubro. Quatro dos nove endereços dos postos de inspeção veicular ambiental da Controlar, concessionária responsável pelo programa, ficaram com lotação esgotada nos últimos dias, sem horários disponíveis neste mês e em setembro. Ontem, horas após a reportagem ter pedido explicações para a empresa, todos os centros de inspeção voltaram a oferecer vagas. A empresa negou que faça filtros no sistema online de agendamentos e explicou a mudança em razão de remanejamentos de linhas de inspeção para veículos a diesel. Durante a semana, as restrições de datas obrigaram proprietários a agendar o teste para regiões periféricas. A lotação esgotada atingiu os centros de inspeção do Jaguaré e da Barra Funda (zona oeste), do Parque São Jorge (zona leste) e da Anchieta (zona sul). A inspeção é obrigatória neste ano para as frotas de motos e veículos a diesel e aos carros fabricados de 2003 a 2008. O teste é só para veículos da capital. Quem não o fizer tem o licenciamento bloqueado e fica sujeito a multa de R$ 550. Para constatar as restrições de datas, a reportagem fez anteontem e ontem à tarde um teste de agendamento para dois veículos. Só havia horários disponíveis para cinco endereços, a maioria nos extremos leste e sul da cidade. Além disso, o mais perto da área central, no Parque do Estado, zona sul, tinha apenas três datas livres neste mês. Os demais estavam a mais de 15 km da Praça da Sé. Tanto a concessionária quanto a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, afirmam que há ociosidade em alguns locais e que a estrutura existente é suficiente para examinar os 2,6 milhões de veículos esperados em 2009. Em julho, diz a Controlar, a capacidade foi de 366.922 inspeções e foram agendados 191.143 testes. A partir deste mês, a capacidade vai aumentar para 447.300 atendimentos por mês, segundo a concessionária e a Prefeitura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.