Instaurado inquérito para apurar contrabando na Galeria Pajé

A Delegacia Fazendária da Polícia Federal instaurou inquérito nesta sexta-feira para apurar o crime de contrabando que estaria sendo praticado pelos donos das lojas da Galeria Pajé.Durante esta quinta-feira, 75 agentes federais, 30 policiais civis e 25 guardas-civis municipais percorreram as lojas dos dois blocos de 11 andares da galeria e carregaram 11 caminhões com mercadorias estrangeiras que foram levadas para a sede da PF na Rua Antonio de Godoy, no centro. A Receita Federal vai apurar a sonegação fiscal.Os policiais federais deverão encaminhar a documentação de cada empresa para a análise da Receita. Nest sexta-feira, policiais civis voltaram a percorrer algumas lojas da galeria para investigar denúncias da venda de aparelhos de CD roubados.O delegado Gilberto Tadeu, da PF, informou que, na próxima semana, os lojistas serão chamados a prestar declarações e apresentar os documentos de importação da mercadoria apreendida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.