Institutos fizeram levantamentos em datas diferentes

Os institutos Ibope e Sensus atribuem à candidata Dilma Rousseff (PT) uma vantagem maior sobre seus adversários, na comparação com a pesquisa Datafolha divulgada anteontem.

, O Estado de S.Paulo

30 Setembro 2010 | 00h00

Segundo o Datafolha, Dilma estaria com apenas dois pontos porcentuais a mais que a soma dos adversários, o que impediria prever se haverá ou não segundo turno na eleição presidencial.

Segundo o Ibope, a vantagem da petista sobre os concorrentes seria de dez pontos porcentuais. Para o Sensus, a diferença estaria em oito pontos.

Contabilizados apenas os votos válidos - excluídos nulos e brancos, além dos eleitores indecisos -, Dilma teria 51%, segundo o Datafolha, e 55%, para os demais institutos.

Comparação de resultados. A margem de erro do Datafolha, de dois pontos porcentuais, Torn=aria plausível a realização de um segundo turno, pois a petista poderia alcançar apenas 49% dos votos válidos - menos do que os 50% mais um necessários para uma decisão já no próximo domingo.

Na comparação dos resultados, é preciso levar em conta dois fatores: diferenças de metodologia e data em que as pesquisas foram realizadas.

Os entrevistadores do Datafolha foram a campo em um único dia: a última segunda-feira, dia 27. O Ibope começou o levantamento no sábado e fez entrevistas no domingo e na segunda. E o Sensus diluiu as entrevistas entre o domingo e a terça-feira.

A forma como as pesquisas são feitas também apresenta diferenças.

O Datafolha é o único dos institutos que divulgam pesquisas sobre a eleição presidencial que faz as entrevistas em pontos de fluxo (nas ruas), e não na casa dos eleitores. Por conta disso, o perfil de sua amostra tende a ser um pouco diferente dos demais: capta a opinião de mais pessoas ativas, que saem à rua com frequência.

Teoricamente, esses eleitores são uma espécie de vanguarda das mudanças de humor do eleitorado, que demorariam a atingir os mais caseiros. Mas essa é uma hipótese ainda a ser provada.

Até o domingo, tanto Datafolha como Ibope divulgarão novas pesquisas. / D.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.