Integrantes de quadrilha de clonagem são presos no Rio

A Polícia Federal prendeu, nas cidades de Marechal Hermes e Duque de Caxias, dois homens, de 46 e 30 anos, respectivamente. As prisões fazem parte da Operação Dublê, realizada com o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada em crimes contra o Sistema Financeiro Nacional, que agia principalmente por meio da "clonagem" de cartões, lesando usuários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos-EBCT, da Caixa Econômica Federal, do Banco do Brasil e de outras instituições bancárias.Durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão nos locais da prisão e em mais outro endereço, em Nova Iguaçu, foram apreendidos cartões magnéticos, boletos bancários, talões de cheque, extratos bancários, entre outros documentos.InvestigaçõesAs investigações tiveram início em novembro de 2005 na Superintendência da Polícia Federal no Ceará e apontam o Estado como base da quadrilha, que atua também nos municípios de Crateús, Novo Oriente e na capital, Fortaleza. Também foram descobertas ramificações nos Estados de Goiás e São Paulo.Cerca de 300 policiais federais participam da operação. Dentre os integrantes da quadrilha existem dois funcionários públicos dos Correios e dois funcionários terceirizados da Caixa Econômica Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.