AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Internos da Febem se rebelam na zona Leste

Os menores de duas unidades da zona Leste da Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor (Febem) estão rebelados desde as 15 horas deste domingo.Neste horário, na unidade da Febem Tatuapé, houve uma tentativa de fuga frustrada, ocasionando a rebelião nas unidades 10 e 12.Já na da Vila Maria, por volta das 16 horas, os internos dos dois complexos da instituição, segundo o Sindicato dos funcionários da Febem, se rebelaram colocando fogo em colchões e estão no telhado do prédio, junto com alguns agentes que estão sendo mantidos reféns, ainda não confirmados pela assessoria da Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor (Febem). MegarrebeliãoAinda não se sabe se esta rebelião na Febem tem alguma relação com a megarrebelião que toma conta do sistema penitenciário do Estado de São Paulo neste final de semana. O último balanço do governo mostra que são 51 as penitenciárias e centros de detenção controlados por presos rebelados. No auge da megarrebelião, eram 67 as unidades tomadas, onde os detentos mantinham reféns e visitantes retidos. O Palácio dos Bandeirantes ainda não tinha detalhes sobre como as 16 unidades foram retomadas pelas autoridades. A megarrebelião lançada pelo Primeiro Comando da Capital (PCC) - organização criminosa comandada de dentro dos presídios paulistas - começou na sexta-feira. Ao mesmo tempo, foi lançada uma série de ataques a bases militares. Desde sexta-feira houve 100 ataques e 52 pessoas morreram.Entre os mortos estão 35 policiais civis, militares, integrantes de guardas metropolitanas e agentes de segurança de penitenciária; 3 civis e 14 suspeitos. Entre os feridos há 24 policiais militares; 5 policiais civis; 5 guardas metropolitanos; 2 agentes penitenciários; 8 cidadãos e 6 suspeitos.

Agencia Estado,

14 de maio de 2006 | 16h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.