Interrogatório de Sombra é transferido para 5/2

O interrogatório do empresário Sergio Gomes da Silva, o Sombra, que está preso sob acusação de ser o mandante do assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel, foi transferido para o dia 5 de fevereiro do próximo ano. Hoje, o empresário seria ouvido pela primeira vez como réu no processo, na Primeria Vara Judicial de Itapecerica da Serra (SP). "Seria humanamente impossível analisar os 45 volumes do processo", afirmou à Agência Estado um dos advogados de defesa de Gomes da Silva, o criminalista Adriano Salles Vanni.Segundo o advogado, a defesa terá, agora, tempo para analisar o processo e fazer a defesa de Sombra. O pedido de transferência foi feito hoje pelos advogados de defesa, minutos antes do início do interrogatório.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.