Interrompida busca de avião que teria caído

As fortes chuvas que caem nesta segunda-feira à noite no sudoeste do estado de São Paulo obrigaram os soldadosde cinco guarnições de Itapeva e uma de Tatuí a interromper as buscas aos destroços de um avião militar F-5 que teria caído na região de Ribeirão Branco. A FAB-Força Aérea Brasileira nega que alguma aeronave de sua frota tenha sofrido queda.Para a Aeronáutica há um série de contradições nas primeira informações veiculadas. Uma delas é a de que o F-5 teria a bordo quatro pessoas. Esse modelo de avião leva apenas um tripulante, o piloto. Segundo a assessoria de imprensa do Conar 5, todas as aeronaves desse modelo estão em solo, recolhidas em hangar, entre elas a de prefixo4866, apontada a princípio como sendo a que teria caído.Não se descarta, porém, a possibilidade de que algum avião monomotor ou bimotor tenha caído na região. Há muitas fazendas naquela área e seus proprietários costumam utilizar pequenos aviões próprios ou de aluguel. Mesmo assim, durante as primeiras diligências os bombeiros não encontraram qualquer tipo de destroço que confirme o acidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.