Invasão de favela deixa oito mortos em Duque de Caxias

A polícia ainda não identificou os corpos das oito pessoas mortas após uma tentativa de invasão de traficantes rivais ocorrida no fim da noite deste domingo, 19, na Favela Santa Lúcia, em Imbariê, distrito de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A polícia interveio e houve troca de tiros ao longo da madrugada. Traficantes da favela Mariante, ligados ao Comando Vermelho, tentaram tomar pontos de venda de drogas da Favela Santa Lúcia, controlados pela facção Terceiro Comando Puro. No choque entre os traficantes, três morreram. A Polícia Militar foi chamada por volta da meia-noite. Houve novas trocas de tiros. Outros quatro morreram em confronto com policiais do 15.º Batalhão da PM (Duque de Caxias) e um homem morreu na Avenida Rodrigues Alves, em frente à favela, após trocar tiros com o Grupamento Especial Tático Móvel, informou o coronel Paulo Cézar Lopes, comandante do 15.º BPM. "Todos eram criminosos", afirmou Lopes. Ele negou informações de que os policiais tenham ficado encurralados no morro. "Tínhamos efetivo suficiente para enfrentar a situação e não foi necessário sequer pedir reforços ao Batalhão de Operações Especiais", disse. A polícia apreendeu duas pistolas calibre 12, três pistolas, dois revólveres, uma granada, além de maconha na favela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.