NILTON FUKUDA/ESTADÃO
NILTON FUKUDA/ESTADÃO

Inverno começa nesta quinta; baixas temperaturas e tempo seco são esperados em SP

A chegada da estação deve ser marcada por um período menos chuvoso e eventuais incursões de massas de ar frio oriundas do sul do continente

O Estado de S.Paulo

21 Junho 2018 | 05h00

SÃO PAULO - Às 7h07 desta quinta-feira, 21, começará oficialmente o inverno, cujas baixas temperaturas características já vêm sendo sentidas em Estados do Sul e Sudeste desde o início de junho. A chegada da estação deve ser marcada por um período menos chuvoso e eventuais incursões de massas de ar frio oriundas do sul do continente. Ainda assim, a expectativa do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é que as temperaturas no Estado de São Paulo fiquem dentro da média histórica para o período.

+ Quando não se tem casa e a coberta fica na rua: o drama dos moradores de rua durante o inverno

A estação, que se estenderá até a noite de 22 de setembro, deverá trazer consigo, para o Estado paulista, o que os meteorologistas chamam de maior amplitude térmica, ou seja, maior diferença entre a temperatura máxima e mínima em um mesmo dia. “Estes fatores associados à incursão de massas de ar frio contribuem para que as temperaturas, até meados de agosto, sejam em média as mais baixas do ano, principalmente na faixa sul e leste do Estado”, informa nota técnica do instituto.

+São Paulo tem o maio mais seco dos últimos 18 anos

A previsão serve também como alerta em dois aspectos: 1) o tempo mais seco favorece uma maior incidência de queimadas e incêndios florestais; 2) pode levar a um aumento de doenças respiratórias (a campanha para a vacinação contra a gripe está vigente em todo o País). 

O Inmet lembra que eventos de veranico, com alguns períodos prolongados sem chuva e com temperatura mais elevada, costumam ocorrer especialmente entre agosto e início de setembro, com dias seguidos de baixa umidade do ar, os quais são mais recorrentes do centro para o norte do estado.

Brasil

O instituto elenca os efeitos que a diminuição de temperatura pode ocasionar em diferentes regiões do País: 1) formação de geadas, nas regiões Sul, Sudeste e no Estado do Mato Grosso do Sul; 2) queda de neve nas áreas serranas e planaltos da região Sul; 3) episódios de friagem nos Estados de Rondônia, Acre e no sul do Amazonas.

Em função das inversões térmicas no período da manhã durante o inverno, alertam os meteorologistas, observam-se formações de nevoeiros ou névoa úmida nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, com redução de visibilidade, impactando especialmente em estradas e aeroportos.

Mais conteúdo sobre:
Inverno [estação do ano]

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.