TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO
TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

Inverno começa nesta sexta-feira; névoa e geadas são esperadas no Sul e no Sudeste

Período é tradicionalmente menos chuvoso, o que leva à redução da umidade do ar; influência do El Niño dificultará a entrada das frentes frias

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de junho de 2019 | 19h35
Atualizado 21 de junho de 2019 | 07h49

SÃO PAULO - O inverno começa oficialmente nesta sexta-feira, 21, às 12h54. A estação é marcada por um período menos chuvoso nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e parte do Norte.

Caracteriza-se também pelas massas de ar frio oriundas do sul do continente, provocando declínio acentuado nas temperaturas, apresentando valores inferiores a 22ºC sobre a parte leste das regiões Sul e Sudeste do País.

Há possibilidade de geadas e nevoeiros no Sul e Sudeste, além de parte do Centro-Oeste, e queda de neve é esperada nas áreas serranas e planaltos da região Sul, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Também há previsão de episódios de friagem nos Estados de Rondônia, Acre e no sul do Amazonas. 

Em 2019, o inverno será com a influência do El NiñoMesmo fraco, o fenômeno vai desviar as frentes frias e suas massas polares do seu caminho normal sobre a América do Sul. "Isto significa que muitas destas frentes frias não vão conseguir injetar ar frio sobre o Brasil. A região Sul é a que terá mais chuva", destacou a Climatempo.

O El Niño é caracterizado pelo aquecimento acima do normal da água do mar na porção central e leste do Oceano Pacífico Equatorial . Neste ano, as frentes frias terão dificuldade em avançar pelo interior do Brasil.

Nesta sexta-feira, a temperatura na capital paulista fica entre 16º e 21ºC. No sábado, 22, entre 13º e 24ºC. No domingo, 23, varia entre 13º e 25ºC.

Nesta época, é registrada a diminuição da umidade relativa do ar, que consequentemente favorece o aumento da incidência de queimadas intencionais ou não e incêndios florestais, bem como aumento de doenças respiratórias.

Segundo a Climatempo, a vegetação também fica muito ressecada neste período do ano.

A estação se encerra na madrugada do dia 23 de setembro, quando dá lugar à primavera. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.