Inverno de dias quentes ainda vai durar algum tempo

Apesar de o inverno ter começado no dia 20, as temperaturas estão altas nas tardes paulistas. Hoje, a estação do Instituto Nacional de Meteorologia no Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista registrou 27,6 graus às 15 horas. O recorde em junho é de 28,8 graus, ocorrido no dia 8, em 1992. A mínima de 14,7 graus condensou a umidade e formou nevoeiro que encobriu a cidade pela manhã.A meteorologista da empresa Climatempo Josélia Pegorim explicou que a temperatura caiu um pouco na noite de ontem por causa do céu limpo que facilitou a perda do calor, favorecendo a ocorrência de névoa forte e de inversão térmica.Na capital, nenhuma estação medidora teve boa qualidade do ar segundo a Cetesb - todas registraram qualidade regular. Aprevisão da Cetesb para amanhã é de condições favoráveis à dispersão dos poluentes na Grande São Paulo.A Climatempo está prevendo dias ensolarados, com temperaturas amenas pela manhã e à noite e calor à tarde nos próximosdias, sempre com nevoeiros ao amanhecer no leste, incluindo a capital. Na sexta-feira, a umidade aumenta um pouco e podem ocorrer pancadas isoladas de chuva no Estado à tarde. As temperaturasficam estáveis, entre 13 e 26 graus na capital. No interior, mínima de 17 e máxima de 29 graus no noroeste, na região de Votuporanga e, na Serra da Mantiqueira, entre 6 e 20 graus em Campos do Jordão. Até meados de julho, o frio intenso não deve chegar a São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.