Marília Oliveira/Prefeitura de Urupema/Divulgação
Marília Oliveira/Prefeitura de Urupema/Divulgação

Inverno será recebido por massa polar em Santa Catarina

Cidades serranas amanheceram abaixo de zero, com nevoeiros e geadas. No topo da serra, a média está 3°C abaixo do normal

ALINE TORRES, ESPECIAL PARA O ESTADO

19 de junho de 2016 | 15h17

FLORIANÓPOLIS  - O inverno será recebido em Santa Catarina por uma massa polar, que chegou no sábado e fez as temperaturas novamente despencarem. Muitas cidades serranas amanheceram abaixo de zero, com nevoeiros e geadas. No topo da serra a média está 3°C abaixo do normal. Desde 1956 não faz tanto frio, informou o engenheiro agrônomo do Climaterra Ronaldo Coutinho. O final de semana foi nublado em todas as regiões do Estado. Em Urupema, Bom Jardim da Serra e São Joaquim a mínima foi de 0°C na madrugada deste domingo, 19.

Nos calendários, o inverno começa amanhã, mas os catarinenses já o sentem há dias. Desde abril, foram 27 dias com temperaturas negativas em mais de 60 cidades, 36 dias com quedas de geadas e quatro dias de neve.

Em Urupema, considerada a cidade mais fria do Brasil, os termômetros chegaram a marcar -8,5 °C no dia 13 de junho. Entretanto, a sensação térmica era de - 25°C.  A previsão é de que o clima permaneça gelado durante o inverno.

Ronaldo Coutinho explica que a maioria dos dias serão ensolarados no Estado, que haverá pouca chuva, em comparação com os anos anteriores. Mas as massas polares serão frequentes e acompanhadas de ventos fortes e geadas. A sensação térmica vai cair.  Em Florianópolis, o final de semana foi rigoroso. A mínima ficou em 11°C, acompanhada, porém, de forte vento sul a 35 km/h. 

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
FrioSanta Catarina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.